Excesso de ruído no carnaval pode prejudicar os ouvidos e a voz

O carnaval está chegando, mas o que pouca gente sabe é que essa data pode gerar alguns riscos para a saúde: problemas auditivos causados pelos ruídos de trios elétricos e caixas de som, além de dificuldades na fala.

Dependendo da intensidade e do tempo de exposição aos ruídos, podem ocorrer perdas temporárias da audição e até mesmo lesões irreversíveis.

“O ouvido humano suporta até 90 decibel por um período de oito horas. Cada vez que aumenta esse nível, diminui também o tempo limite tolerável. Durante o carnaval, os equipamentos podem ultrapassar 120 decibel.

Nesta intensidade, o ouvido pode suportar, aproximadamente, 15 minutos”, explica o otorrinolaringologista do Einstein, Maurício Kurc.

Acima do tempo máximo de exposição para cada intensidade sonora, ocorrerão danos aos ouvidos e as consequências podem ser desde um desconfortável zumbido, até perdas auditivas definitivas. Quando o excesso de ruído é associado à ingestão de bebidas alcoólicas e cigarro, a lesão pode ser ainda maior.

Segundo Kurc, existem três tipos de lesões auditivas: variação temporária do limiar auditivo (que recupera dentro de 24 horas), lesão permanente e o trauma acústico (causado por uma explosão, um tiro, e causa uma perda imediata da audição, em vários graus). “Deve-se ficar atento, pois várias lesões temporárias vão certamente causar uma lesão permanente, uma vez que as células da orelha interna, que codificam o estímulo do som, não se regeneram”, conclui o especialista.

Os sintomas de problemas de audição são diversos. Sensação de pressão nos ouvidos, zumbido e dificuldade para ouvir, são alguns deles. Os zumbidos são sons fantasmas, que não têm representação no mundo externo. Eles podem desaparecer em pouco tempo, mas também podem ser permanentes.

A voz também pode ser afetada durante esses dias festivos. “Falar alto em ambientes ruidosos, junto com consumo excessivo de álcool e cigarro, pode gerar uma lesão aguda na corda vocal, com formação de pólipos e sangramentos, até uma rouquidão permanente”, diz o otorrino.

Para evitar os problemas de audição e da voz, é importante manter uma alimentação saudável, diminuir o consumo de álcool e cigarro, procurar ficar longe da fonte sonora, usar protetores auriculares e evitar ficar exposto a sons altos durante muito tempo.

“Uma vez que o indivíduo se expôs a ambientes ruidosos, ele deve procurar repousar, descansar o ouvido e a voz, evitar alimentos que causam refluxo e beber bastante água.

Caso os sintomas não desapareçam em alguns dias, é fundamental procurar a ajuda de um especialista”, conclui Kurc.

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram ícone social
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square